9.5 C
Vila Real
Sábado, Janeiro 16, 2021
Inicio Locais Distrito Na cavaqueira com...

Na cavaqueira com…

A Panificadora de Fontes, fundada em 1922 por António Monteiro, é a mais antiga padaria do Concelho de Santa Marta de Penaguião e actualmente a única em Fontes, onde chegaram a existir três. Negócio de família, à morte do fundador, passou para o filho e está agora nas mãos dos netos Vítor e Jorge Monteiro.

É com Vítor Monteiro que conversamos enquanto faz o pão com o seu ajudante Tiago Amorim. O outro irmão, Jorge Monteiro, é o responsável pela pastelaria e trbaalha noutro horário.

PM: Nesta padaria o forno ainda é de lenha?

VM: Claro, embora já não seja o de origem, mas um mais moderno que permite um trabalho mais simples e rápido. No forno original, a lenha era colocada lá dentro, levava muito tempo a aquecer e tinha de se ir mantendo o calor, acrescentando carqueja.

PM: Modernizaram-se, mas tentando manter a tradição…

VM: A tradição e a qualidade do pão: o pão de milho — a broa, o bijú, que dantes só se fazia ao domingo, e o pão de centeio. E só usamos farinha, água e sal, não acrescentamos gorduras, nem outros aditivos.

PM: Apesar de ser a única padaria de Fontes, disse-nos que vende menos pão do que antigamente…

VM: Dantes havia mais pessoas, tanto na vila como nos lugares em redor. As pessoas vinham até cá comprar o pão. E como não havia telemóveis e computadores, as pessoas saíam à noite e ficavam nos cafés e nas tascas a conviver até tarde. Aí pela uma e meia, duas da manhã vinham até à padaria comprar o pão fresco, acabado de sair do forno. Tudo isso acabou, a emigração esvaziou as terras. Aqui não há trabalho e as autarquias não fazem nada para que haja mais trabalho que mantenha cá as pessoas.

Despedimo-nos e ficamos todos à espera da festa do centenário.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, introduza a sua mensagem!
Por favor, introduza o seu nome aqui

Últimas Notícias

Martim Pereira, o talento Penaguiota

Martim Pereira, Fontense de gema, tem 12 anos e é tido como a futura promessa do futebol português. Quem o conhece, fala da personalidade discreta e humilde que o caraterizam. Embora discreto, o seu talento a dominar a bola não passa ao lado dos olheiros do futebol, a quem desde cedo começou a despertar a atenção.

Tomada de posse dos órgãos sociais da FCM

Durante o dia de ontem decorreu a cerimónia de tomada de posse da nova direção da Fundação Dr. Carneiro Mesquita (FCM).

Agência CA de Fontes reabre na próxima semana

Durante a fase crítica da pandemia provocada pela COVID-19, esta agência CA manteve-se em permanente contacto com a Junta de Freguesia, no sentido de continuar a disponibilizar os serviços mais urgentes aos clientes fontenses, como o transporte e entrega das pensões aos mais carenciados ou grupos de risco e o permanente funcionamento do Multibanco.

Comércios Fontenses em tempos de pandemia – Móveis Chico e Supermercado

A vila de Fontes, em Santa Marta de Penaguião, é uma das localidades que, até ao momento, não registou qualquer caso de infeção por coronavírus.

Comentários Recentes

Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Lurdes Teixeira on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Acacio Mesquita Carvalho on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Acidente mortal no Cóvo