16.4 C
Vila Real
Quinta-feira, Abril 22, 2021
Inicio Locais Fregueses Votar na emigração

Votar na emigração

Para as eleições legislativas de 6 de Outubro próximo, a comunidade portuguesa residente no exterior recebeu, no início deste mês de Setembro, envelopes individuais que permitem votar pelo correio.

Foram cerca de 1 milhão a 500 mil os envelopes enviados a todos os portugueses emigrados inscritos nas listas eleitorais. Dentro desse envelope os eleitores encontraram um boletim de voto e um envelope onde esse boletim deve ser fechado. Esse envelope e uma cópia do documento de identidade deverão ser fechados num segundo envelope. O envio é gratuito e deverá ser feito até 6 de Outubro.

O secretário-geral do Ministério da Administração interna publicou um vídeo com todas as instruções necessárias para que o voto seja válido.

Não deixe de votar. Todos os votos são importantes

Agumas pessoas têm posto questões a este procedimento pelo que deixamos aqui resposta às principais:

Q: Fazer fotocópia do CC não é ilegal? R: É, salvo nos casos expressamente previstos na lei ou mediante decisão de autoridade judiciária.» (art. 5, alínea 2 da  Lei n.º 7/2007, de 05 de Fevereiro) Q: O voto deixa de ser secreto se enviar a minha identidade. R: Todos os eleitores são identificados no acto de votar ou qualquer pessoa poderia votar por outra. A identidade do eleitor não retira a confidencialidade do voto que está fechado num envelope diferente.

Ricardo Teixeira/Graça Jacinto

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, introduza a sua mensagem!
Por favor, introduza o seu nome aqui

Últimas Notícias

Martim Pereira, o talento Penaguiota

Martim Pereira, Fontense de gema, tem 12 anos e é tido como a futura promessa do futebol português. Quem o conhece, fala da personalidade discreta e humilde que o caraterizam. Embora discreto, o seu talento a dominar a bola não passa ao lado dos olheiros do futebol, a quem desde cedo começou a despertar a atenção.

Tomada de posse dos órgãos sociais da FCM

Durante o dia de ontem decorreu a cerimónia de tomada de posse da nova direção da Fundação Dr. Carneiro Mesquita (FCM).

Agência CA de Fontes reabre na próxima semana

Durante a fase crítica da pandemia provocada pela COVID-19, esta agência CA manteve-se em permanente contacto com a Junta de Freguesia, no sentido de continuar a disponibilizar os serviços mais urgentes aos clientes fontenses, como o transporte e entrega das pensões aos mais carenciados ou grupos de risco e o permanente funcionamento do Multibanco.

Comércios Fontenses em tempos de pandemia – Móveis Chico e Supermercado

A vila de Fontes, em Santa Marta de Penaguião, é uma das localidades que, até ao momento, não registou qualquer caso de infeção por coronavírus.

Comentários Recentes