3.8 C
Vila Real
Sábado, Janeiro 16, 2021
Inicio Locais Fregueses Votar na emigração

Votar na emigração

Para as eleições legislativas de 6 de Outubro próximo, a comunidade portuguesa residente no exterior recebeu, no início deste mês de Setembro, envelopes individuais que permitem votar pelo correio.

Foram cerca de 1 milhão a 500 mil os envelopes enviados a todos os portugueses emigrados inscritos nas listas eleitorais. Dentro desse envelope os eleitores encontraram um boletim de voto e um envelope onde esse boletim deve ser fechado. Esse envelope e uma cópia do documento de identidade deverão ser fechados num segundo envelope. O envio é gratuito e deverá ser feito até 6 de Outubro.

O secretário-geral do Ministério da Administração interna publicou um vídeo com todas as instruções necessárias para que o voto seja válido.

Não deixe de votar. Todos os votos são importantes

Agumas pessoas têm posto questões a este procedimento pelo que deixamos aqui resposta às principais:

Q: Fazer fotocópia do CC não é ilegal? R: É, salvo nos casos expressamente previstos na lei ou mediante decisão de autoridade judiciária.» (art. 5, alínea 2 da  Lei n.º 7/2007, de 05 de Fevereiro) Q: O voto deixa de ser secreto se enviar a minha identidade. R: Todos os eleitores são identificados no acto de votar ou qualquer pessoa poderia votar por outra. A identidade do eleitor não retira a confidencialidade do voto que está fechado num envelope diferente.

Ricardo Teixeira/Graça Jacinto

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, introduza a sua mensagem!
Por favor, introduza o seu nome aqui

Últimas Notícias

Martim Pereira, o talento Penaguiota

Martim Pereira, Fontense de gema, tem 12 anos e é tido como a futura promessa do futebol português. Quem o conhece, fala da personalidade discreta e humilde que o caraterizam. Embora discreto, o seu talento a dominar a bola não passa ao lado dos olheiros do futebol, a quem desde cedo começou a despertar a atenção.

Tomada de posse dos órgãos sociais da FCM

Durante o dia de ontem decorreu a cerimónia de tomada de posse da nova direção da Fundação Dr. Carneiro Mesquita (FCM).

Agência CA de Fontes reabre na próxima semana

Durante a fase crítica da pandemia provocada pela COVID-19, esta agência CA manteve-se em permanente contacto com a Junta de Freguesia, no sentido de continuar a disponibilizar os serviços mais urgentes aos clientes fontenses, como o transporte e entrega das pensões aos mais carenciados ou grupos de risco e o permanente funcionamento do Multibanco.

Comércios Fontenses em tempos de pandemia – Móveis Chico e Supermercado

A vila de Fontes, em Santa Marta de Penaguião, é uma das localidades que, até ao momento, não registou qualquer caso de infeção por coronavírus.

Comentários Recentes

Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Lurdes Teixeira on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Acacio Mesquita Carvalho on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Acidente mortal no Cóvo