33.1 C
Vila Real
Sexta-feira, Julho 10, 2020
Inicio Causas Actualização: «Mudou? Só se for no preço que nos cobram! » -...

Actualização: «Mudou? Só se for no preço que nos cobram! » – dizem muitos munícipes

Os municípios de Freixo de Espada à Cinta, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Torre de Moncorvo e Vila Rea foram contemplados com a mudança da gestão da água, que passou das mãos dos municípios para as da AdIN – Águas do Interior Norte.

Mudou para melhor? Não – dizem os munícipes, tanto particulares como instituições. Desde essa mudança, têm-se deparado com uma degradação do sabor da água, que não sabem a que atribuir, e com um aumento escandaloso das facturas que lhes são apresentadas. Estas facturas aumentaram entre 50% e 200% e nalguns casos até mais, o que suscitou a iniciativa de uma petição pública de contestação da empresa.

Graça Jacinto

2 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia,

    Um reparo à vossa notícia sobre a empresa Adin.

    – Não se pode comparar uma factura de 12 000 litros de Agua com uma factura que tem 21 021 litros (é quase o dobro do consumo).
    – A factura do Município diz respeito ao mês de Novembro, a factura da Adin é de 21 Janeiro a 24 Março.

    O que vocês poderiam fazer era comparar os preços da Agua, Saneamento e tarifas.
    Exemplo:
    Preço da Agua: Município Adin
    1º escalão (0 a 5000 litros) 0.63€ 0.59€
    2º escalão (5000 a 10000 L) 1.04€ não tem
    2º escalão (5000 a 15000 L) não tem 0.83€
    3º escalão (10000 a 15000L) 1.73€ não tem

    Preço do Saneamento: Município Adin
    1º escalão (0 a 5000 litros) 0.69€ 0.65€
    2º escalão (5000 a 15000 L) 0.83€ 0.89€

    Preço da Tarifa: Município Adin
    Tarifa de Agua 1.50€/mês 0.13€/dia
    Tarifa de Saneamento 2.00€/mês 0.13€/dia

    Posto isto, podemos chegar a varias conclusões:
    – No Município a agua era contabilizada por “Metros”, na Adin é por “Litros”
    – Os escalões de Agua são diferentes do Município em relação à Adin;
    – No Município os escalões eram de 5000 em 5000 litros;
    – Na adin é 0 a 5000L, 5000 a 15000L e 15000 a 25000L;
    – O Preço da agua/Litro na Adin é mais barato;
    – O Preço do saneamento é relativamente o mesmo
    – Em relação as tarifas, no Município era ao “Mês” e na Adin ao “Dia”;
    – As tarifas no Município ficavam em 3.50€ e na Adin ronda os 8,0€, uma diferenças de 4,50€, sendo esta a diferença mais significativa na comparação das facturas.
    – A este valores acresce o IVA.
    – Em relação as TAXAS é um valor mínimo e é receita para o ESTADO
    – Não estou a mencionar os Resíduos Sólidos (lixo), porque esta é uma receita para o Município, logo fica excluída da minha observação das facturas.

    Em relação a isto: “O Portas do Marão apoia a causa destes munícipes e recomenda a todos que assinem a petição pública Pelo fim da empresa intermunicipal de Águas do Interior – Norte, EM, SA. (AdIN), clicando neste link e preenchendo em Assinar petição.”
    Na minha opinião um “jornal” não pode nem deve escrever uma coisa destas, pois deve ser neutro, isento e imparcial em tudo que publica.
    Efectuar uma pesquisa e procurar explicações, seria mais útil para a população que esta descontente e desconfiada da empresa Adin. Com o conteúdo desta publicação, as pessoas vão ficar mais descontentes e mais reclamações iram fazer, pois a notícia assim o faz parecer.
    Neste sentido, procurem o Presidente do Município, certamente irá dar os motivos para a mudança para a empresa Adin.
    Em relação a Preços já tem aí um bom exemplo, caso queiram aprofundar mais, é ligar para a Adin, e comparar todos os preços, com os que praticavam no Município.
    Na minha opinião ainda estão a tempo de o fazer e explicar o sucedido a todos os leitores.

  2. Só muda o cheiro, porque o conteúdo é o mesmo. Ao menos podiam dar-se ao trabalho de ler o meu comentário e comparar os preços como deve ser, em vez de copiar facturas.
    O jornalista deve investigar, argumentar e apurar as notícias de forma clara e isenta.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, introduza a sua mensagem!
Por favor, introduza o seu nome aqui

Últimas Notícias

Martim Pereira, o talento Penaguiota

Martim Pereira, Fontense de gema, tem 12 anos e é tido como a futura promessa do futebol português. Quem o conhece, fala da personalidade discreta e humilde que o caraterizam. Embora discreto, o seu talento a dominar a bola não passa ao lado dos olheiros do futebol, a quem desde cedo começou a despertar a atenção.

Tomada de posse dos órgãos sociais da FCM

Durante o dia de ontem decorreu a cerimónia de tomada de posse da nova direção da Fundação Dr. Carneiro Mesquita (FCM).

Agência CA de Fontes reabre na próxima semana

Durante a fase crítica da pandemia provocada pela COVID-19, esta agência CA manteve-se em permanente contacto com a Junta de Freguesia, no sentido de continuar a disponibilizar os serviços mais urgentes aos clientes fontenses, como o transporte e entrega das pensões aos mais carenciados ou grupos de risco e o permanente funcionamento do Multibanco.

Comércios Fontenses em tempos de pandemia – Móveis Chico e Supermercado

A vila de Fontes, em Santa Marta de Penaguião, é uma das localidades que, até ao momento, não registou qualquer caso de infeção por coronavírus.

Comentários Recentes

Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Lurdes Teixeira on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Na cavaqueira com…
Acacio Mesquita Carvalho on Na cavaqueira com…
Graça Jacinto on Acidente mortal no Cóvo